Quais Momentos Jesus Chorou?

É errado chorar?

quais-momentos-jesus-chorou

Quando Jesus  chorou? – Qualquer um que sofreu uma tragédia pessoal intensa, compreende o que ela está falando. Há algo errado em chorar? Temos alguma evidência bíblica que sugere que não há problema nisso? A Bíblia demostra que não.

Tristeza, lágrimas e luto são sentimentos conhecidos para qualquer um nesta terra — até para Jesus. Suas lágrimas nos falam que está tudo bem se as lágrimas “simplesmente aparecem”.

E estas mesmas lágrimas nos relembram que as lágrimas de tristeza serão extintas no céu: “…não haverá luto, nem pranto, nem dor…” (Apocalipse 21:4). Quando Deus apagar os efeitos do pecado, Ele anulará a necessidade das lágrimas — mais uma razão para olharmos em frente rumo à eternidade.

Encontramos pelos menos em três passagens bíblicas que Jesus chorou. Neste seu gesto humano Jesus quer ser em tudo igual a humanidade, menos no pecado. Jesus mostrou seus sentimos nestas passagens do Novo Testamento.

Jesus chorou quando viu Jerusalém

quais-momentos-jesus-chorou

E como estivesse perto, viu a cidade, e Jesus chorou sobre ela” (Lucas 19,41) Bíblia de Jerusalém.

Jesus chorou por Jerusalém na sua entrada triunfal porque sabia que a cidade seria destruída. O povo não reconheceu a oportunidade que Deus lhe tinha dado quando enviou Jesus (Lucas 19:41-42). Jesus sabia que dentro de alguns anos a cidade entraria em guerra e seria arrasada por seus inimigos.

Por que Jesus chora?

Jesus esperava a mudança de vida dos habitantes de Jerusalém de seus chefes em especial dos fariseus que constantemente discutiam. Mas eles não cederam. Jesus prevê o que aconteceria logo mais no ano 70 d.C. com a destruição de Jerusalém pelas Legião Romana Fretense comandada pelo General Tito.

Jesus chorou enquanto orava a Deus

Imagem relacionada

 “E, cheio de angústia, orava com mais insistência ainda, e o suor se lhe tornou semelhante a espessas gotas de sangue que caiam por terra” (Lucas 22,44) 

Jesus não queria sofrer. Ele sabia que tinha de morrer na cruz para nos salvar e se submeteu à vontade de Deus, mesmo não querendo passar por tanta dor. Mas antes ele chorou diante de Deus e foi honesto sobre sua angústia. E Deus lhe deu força para fazer o que era certo e vencer (Hebreus 5:7-9).

Ninguém gosta de sofrer, mas Jesus nos mostrou que podemos ser honestos com Deus sobre nosso sofrimento. Podemos chorar e mostrar nossa fraqueza a Deus, sem sentir culpa. Deus entende. Ele ouve nossas súplicas sinceras e nos ajuda na hora da dificuldade.

Por que Jesus chora?

Jesus se encontra aterrorizado, o susto diante da eminência da morte, a angústia terrível de sentir-se carregando todos os pecados dos homens devem ter entristecido amargamente Jesus. Tal tensão produz o rompimento das finíssimas veias capilares e o sangue se mistura ao suor e lágrimas se concentra sobre a pele e então escorre por todo o corpo até a terra.

Destas passagens bíblicas permanecem o ensinamento de Jesus. Quando choramos com Cristo, após as lágrimas, experimentamos seu poder de renovação da vida. Jesus foi alguém semelhante a nós em seus sentimentos.

Jesus chorou quando Lázaro morreu

Jesus chorou com as irmãs de Lázaro. Ele sabia que iria ressuscitar Lázaro mas, mesmo assim, ficou comovido. Jesus chorou porque viu a tristeza das irmãs e dos amigos de Lázaro. Sua dor lhe perturbou e ele ficou comovido por essas pessoas (João 11:33-35João 11:38).

Jesus entende nossa dor e nossa tristeza. Ele não só chorou com as irmãs de Lázaro; também as confortou. Jesus não é um Deus impessoal, que fica distante; ele chora conosco e nos conforta.

“11, 33 Jesus, pois, quando a viu chorar, e chorarem também os judeus que com ela vinham, comoveu-se em espírito, e perturbou-se, 34 e perguntou: Onde o puseste? Responderam-lhe: Senhor, vem e vê. 35 Jesus chorou. 

36 Disseram então os judeus: Vede como o amava. 37 Mas alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também que este não morreste? (João 11,33-37)

Por que Jesus chora?

Jesus que chorou um dia ao ver a dor dos seus amigos, revelando seu lado humano, ainda chora por nós hoje, ainda fica triste com as nossas tristezas, se alegra quando nos alegramos e vencemos as dificuldades.

O episódio da ressurreição de Lázaro que mostrar a personalidade de Jesus, Ele não é indiferente a dor de outras pessoas, de seu amigo que morreu, ele foi sensível e chorar ao ver a dor de Maria e Marta quando morreu o amigo Lázaro.

Esse relato mostra que Jesus tem o poder de devolver a vida e a saúde a nossos entes queridos no futuro novo mundo. Mostra também que Jesus se compadece daqueles que perderam parentes e amigos na morte. Outra lição que podemos aprender é que devemos sentir compaixão por aqueles que estão enlutados.

Jesus sabia que ressuscitaria Lázaro. Mesmo assim, ele se entregou ao choro por causa de seu grande amor e compaixão por seus amigos. Do mesmo modo, se tivermos empatia, isso poderá nos levar a ‘chorar com os que choram’. (Rom. 12:15)

Mostrar essa tristeza não indica falta de fé na esperança da ressurreição. Como é bom saber que Jesus, mesmo estando prestes a ressuscitar Lázaro, mostrou empatia pelos enlutados por chorar de modo sincero — deixando um belo exemplo para nós!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *